15 janeiro 2012

Vivíparos ou Ovíparos?


O maior desafio para o aquarista é a reprodução das espécies por ele criadas, normalmente a maioria não se preocupa com isto ou por falta de conhecimento ou por falta de vontade.


A reprodução em cativeiro é algo que todo aquarista deveria tentar, imagine se todos os Acarás Discos fossem capturados na natureza? um peixe que é conhecido a nível mundial, hoje fatalmente estaria em vias de extinção.


Todos nós quando compramos peixes nas lojas especializadas não nos preocupamos com a origem da espécie, sua forma de reprodução etc.sabemos que existem peixes vivíparos e ovovivíparos, mas o que é isto alguém pode estar perguntando,vamos lá.

Os peixes vivíparos são aqueles que os filhotes são gerados dentro do próprio peixe, por exemplo, os Platis, Lebistes, molinésias entre outros, os filhotes assim gerados já nascem aptos para comer, geralmente infusórios, naúplios de artêmias, etc. alguns possuem o "saco vitelino" que é uma bolsa onde está armazenado os nutrientes necessários para os primeiros dias do peixinho, assim que o saco vitelino desaparece, devemos introduzir alimentos para os filhotes.


Os peixes Ovo vivíparos colocam seus ovos no ambiente, os filhotes nascem já aptos para comer pequenos alimentos, peixes desta categoria: Caracídeos, alguns Ciclideos, Acarás, etc.


Alguns destes peixes criam ninhos, outros apenas dispersam seus ovos sem nenhum critério, ainda temos os peixes anuais que colocam seus ovos em poças que secam e quando estão cheias novamente o ovo entra em processo de germinação.

Por este motivo é de suma importância saber qual é o tipo de peixe que você cria e pretende reproduzir, imagine uma grande quantidade de ovos depositados no fundo sendo sugado por uma sifonagem? ou a poda daquela planta cheia de ovos em sua folha? sabemos que nem todos os peixes se reproduzem facilmente em aquários, agora imagine uma espécie rara que desovou em seu aquário e você por falta de conhecimento perdeu a oportunidade de ver gerar uma grande quantidade de filhotes que valem um bom dinheiro!


Devemos sempre que possível, pesquisar quais tipos de peixes pretendemos criar, seus métodos de reprodução, etc. pesquise em fóruns, lojas, outros aquaristas e tente, você pode ser o felizardo em conseguir a reprodução de uma linda e rara espécie de peixe.

2 comentários:

  1. Bom artigo, mas só uma correção. O organismo dito ovovivíparo não coloca o ovo em algum lugar, o filhote vai se desenvolver dentro do ovo, mas os ovos permanecem no corpo da mãe, e eclodem no oviduto, portanto, é essa característica de que o ovo é mantido dentro da fêmea, eclodindo dentro da fêmea e só então liberando um filhote já formado que é diferente dos organismos viviparos ou então ovíparos. Abraço.
    Emerson

    ResponderExcluir
  2. Valeu Emerson pelo esclerecimento, muito obrigado.

    ResponderExcluir